Perfil

Minha foto
Projeto de escritor. To sempre de malas prontas pra lugar nenhum por que até hoje não achei casa alguma dentro de mim. (Pra saber mais, clique ali em Quem eu sou, à direita)

terça-feira, 1 de maio de 2012

Food & Liquor II: o renascimento de Lupe?



São poucos os cantores que tem seu álbum de estréia considerado um clássico. Esse é o caso de Lupe Fiasco. Food & Liquor é um clássico, entrando até na lista dos mil álbuns para se ouvir antes de morrer. No seu primeiro CD, nos deparamos com um MC inteligente, que não fala sobre temas banais e clichês, indo na contramão das letras da maioria dos rappers atualmente e trazendo de volta a intenção do Hip Hop: o protesto. Críticas sobre o governo, em especial o governo americano, disparidade social, racismo, valorização das mulheres, mídia e suas mentiras e o complexo de inferioridade imposta aos negros. Lupe é um MC sábio, e isso reflete tanto nos temas que aborda quanto em relação as suas rimas e jogos de palavras. Ele chegou a ganhar um Grammy por ‘Daydreamin’, faixa de Food & Liquor. Muitas vezes me pergunto se o MC de Chicago não engoliu um dicionário quando pequeno. Seu vocabulário extenso e facilidade em transformar músicas em histórias contando fatos que são escondidos pela mídia. A pergunta que não quer calar é: o que aconteceu com o rapper mais inteligente do jogo?
Pergunto isso, pois L.A.S.E.R.S. foi um fracasso. Comercialmente talvez não. Mas na qualidade sim. Não que Lasers seja um álbum em si ruim, existem algumas excessões, mas o próprio Lupe em entrevista disse que odiou o álbum e o processo de construção dele. Isso porque a Atlantic Records manteve o disco na geladeira durante 3 anos. O álbum que foi feito em 2008, acabou sendo lançado apenas em 2011, barrado pela gravadora que se recusou a promover singles. A batalha financeira também foi outro fator para a demora do lançando do álbum, além do pedido da Atlantic Records de que houvesse um tom mais ameno, sem muitas criticas. Nesse meio tempo, Wasalu teve depressão e pensou em suicídio. Foram quase 3 anos de brigas internas. E a demora só ajudou a aumentar a decepção que foi Lasers. Teria ele se perdido em meio as criticas?
Acredito que a maioria das coisas que ele diz são muito coerentes, mas em outras parece que ele poderia fugir de algumas polêmicas que não acrescentam em nada a ele. Entre esses incidentes, posso citar a repercussão que houve quando ao final da performance de Superstar no programa de David Letterman disparar: ‘Diga não a nova ordem mundial!”. Ou então quando chamou a MTV de ‘a rede favorita dos Illuminati’ e Obama de ‘o maior terrorista do mundo’. Todos sabem que Lupe é um crítico e não fala mentiras ou sobre o que não sabe, mas parece não saber o momento certo para falar isso. Porém isso também o difere de tantos outros rappers que se mantém neutros à um assunto que possa ser de interesse de outros
Mas retornando ao assunto, tenho a ideia de que quanto mais se espera de um disco, maior será a decepção. Isso também se dá pelo fato de Food & Liquor e The Cool terem sido álbuns de incrível qualidade, sendo o primeiro, um clássico. No seu terceiro álbum, Lupe acabou cedendo aos pedidos da gravadora e em certos momentos a sonoridade vai ao contrário do apresentado em seus dois primeiros álbuns. Lasers em seu todo, é um álbum confuso, onde o rapper apresenta bem menos do que ele já mostrou, mas que tem seus momentos. Porém, há esperança de que Food & Liquor II repita o primeiro. Uma notícia boa é de que Matthew Santos, que já colaborou em Shinning Down, Superstar e American Terrorist, estará no próximo álbum, ocupando o espaço que foi cedido ao MDMA em Lasers. Outro fato animador é que em Friend Of The People, a mixtape, Lupe de certa forma, volta as origens, juntamente com a sua qualidade.
Existe um consenso de que Lasers foi uma exceção e não será repetido. Food & Liquor II deverá continuar a história e o molde do seu antecessor e clássico. O jeito é esperar que Food & Liquor II seja o renascimento de Lupe e que traga o mc mais inteligente da cena juntamente com seu criticismo e jeito inconfundível de fazer rimas e músicas incríveis.

Um comentário:

Aline disse...

Vim aqui dizer que meu marido é lindo. Meu amigo que escreveu a matéria, também.

Abs, rs.